quinta-feira, 19 de janeiro de 2017

Turismo Industrial deixa marcas na rua junto à Torre da Oliva


Iniciativa realizou-se a 14 de janeiro (sábado), no âmbito do 5.º aniversário este programa municipal que envolve instituições e empresas da cidade de S. João da Madeira.

O Turismo Industrial em S. João da Madeira completa cinco anos no dia 23 de janeiro. As comemorações deste 5.º aniversário começaram já a 14 de janeiro, com uma atividade que evocou o facto de, no âmbito deste programa do município sanjoanense, os trabalhadores das empresas aderentes terem deixado importantes marcas na memória dos mais de 100 mil visitantes que por aí passaram desde o início de 2012.

Com o título “Deixar Marca”, esta iniciativa consistiu na pintura de imagens alusivas à indústria, no troço da Rua Oliveira Júnior junto ao edifício da Torre da Oliva, onde se situa o Welcome Center do Turismo Industrial de S. João da Madeira.

Esta é uma das mais emblemáticas artérias da cidade, antiga estrada nacional n.º 1, que tem o nome de um grande empreendedor e empresário sanjoanense: Oliveira Júnior, fundador da Empresa Industrial de Chapelaria, onde hoje funciona o museu dedicado a este setor de atividade.

Assim, funcionários das empresas e instituições do Turismo Industrial, bem como muitos outros cidadãos, envolveram-se ativamente nesta iniciativa e participaram na gravação de um vídeo promocional deste programa turístico.

Cinco dias de visitas gratuitas a partir de 23 de janeiro

Refira-se ainda que, a partir de 23 de janeiro, data oficial do aniversário do Turismo Industrial, haverá 5 dias de visitas gratuitas, sendo que no dia 26 estará disponível tradução simultânea das para surdos e será inaugurada uma exposição de 18 vestidos de chita, numa alusão aos populares concursos sobre esse tema que há muitos anos eram organizados pela antiga empresa Oliva, onde deram fabricadas as populares máquinas de costura com o mesmo nome..

As comemorações encerram a 27 de janeiro, às 21h30, na Torre da Oliva, com Lullaby, num espetáculo muito especial que promete fazer sorrir muito.

Para além de dar a conhecer instituições como o Museu da Chapelaria, o Museu do Calçado e o Nucleo de Arte da Oliva Creative Factory, o programa de Turismo Industrial de S. João da Madeira proporciona visitas a fábricas da cidade durante a sua laboração, bem como à Academia de Design e Calçado e ao Centro Tecnológico do Calçado de Portugal.

  

segunda-feira, 9 de janeiro de 2017

5º Aniversário do Turismo Industrial em S. João da Madeira


É no mês de janeiro que o Turismo Industrial comemora o seu 5º aniversário e será durante este mês que realizaremos diversas atividades para o público em geral.

Deixaremos marcas indeléveis numa das ruas mais importantes comercialmente para a cidade nos últimos 90 anos da sua existência e teremos como sempre visitas gratuitas para todos!
Este ano, e por alusão à temática do dia Mundial do Turismo: “Turismo para TODOS – promover a acessibilidade universal”, será introduzida uma novidade nas visitas aos Turismo Industrial, sendo que teremos visitas orientadas às empresas para pessoas com deficiência ao nível auditivo. 
Não se esqueça de agendar previamente as suas visitas!
As inscrições são limitadas.


Contactos: turismoindustrial@cm-sjm.pt ou 256 200 204

Deixar Marca


S. João da Madeira, ao longo dos últimos 5  anos, deixou marcas importantíssimas na memória dos nossos visitantes,  queremos agora também marcar a rua que tanto dignifica a nossa cidade.
Tanto pelo espírito empreendedor do empresário Oliveira Júnior, bem  como, pela importante via comercial que foi a Estrada Nacional nº1 para  todas as empresas da região.
Agora, no âmbito do 5° Aniversario do Turismo Industrial vamos tornar a rua Oliveira Júnior a mais industrial de sempre!
Vamos pintar a rua com a utilização de stencils alusivos à indústria, nomeadamente, rodas dentadas.

PÚB. Geral
ENTRADA Gratuita
+ INFO www.turismoindustrial.cm-sjm.pt
Contactos: turismoindustrial@cm-sjm.pt / 256 200 204
ORG. Turismo Industrial

5 anos, 5 dias de visitas gratuitas


O Turismo Industrial de S. João da Madeira comemora, este mês, 5 anos!

Este ano, e por alusão à temática do dia Mundial do Turismo: “Turismo para TODOS – promover a acessibilidade universal”, será introduzida uma novidade nas visitas ao Turismo Industrial, sendo que teremos visitas orientadas às empresas para pessoas com deficiência ao nível auditivo. Propondo um dia de visita com a tradução simultânea para língua gestual.
Programa sob consulta.

PÚB. Geral – Grupos de 20 a 25 pessoas
ENTRADA Gratuita – mediante marcação prévia para turismoindustrial@cm-sjm.pt

segunda-feira, 5 de dezembro de 2016

O que dizem sobre nós...

A escola das Ribeiras visitou-nos e os seus alunos fizeram um pequeno trabalho sobre a visita à Viarco. Veja o que os alunos escreveram e marque a sua visita à Industria através do email turismoindsutrial@cm-sjm.pt.


"A visita de estudo à Viarco


No dia 10 de novembro, fomos visitar a fábrica de lápis Viarco. A Núria e a Cátia, no 2º ano, fizeram o Projeto de Pequeno Grupo (P.P.G.) “Como se fazem os lápis de cor?”, propuseram-nos fazermos uma visita de estudo a uma fábrica de lápis e nós aceitámos!

Demorámos 45 minutos a chegar à Torre da Oliva, onde se concentram as visitas de estudo. Nós vestimos as batas e fomos para a fábrica de lápis Viarco com a nossa guia Mariana.

A professora tirou-nos uma fotografia. Fomos ver um vídeo sobre a Viarco. Aprendemos que a Viarco é antiga, pequena e não tem as máquinas a trabalhar todas ao mesmo tempo.
A Viarco tem 109 anos, mais do que um século! A História da Viarco cruza-se com a História de Portugal.


 




Calçámos os sapatos de plástico azul e fomos ver a fábrica!

Entrámos numa sala onde se transforma a grafite em mina. Este processo demora 7 semanas! Vimos muitas máquinas, algumas muito antigas, e só três senhores. Nesta sala estava o senhor Américo, o trabalhador mais antigo da Viarco.

A segunda sala era maior, mas tinha o mesmo número de trabalhadores: três. O Tiago estava a aromatizar lápis, a Celeste estava a trabalhar numa máquina com lápis mais finos e a Esmeralda estava a ver se os lápis estavam perfeitos.

Na terceira e última sala vimos: uma senhora junto de uma máquina que pintava lápis, uma senhora numa máquina a imprimir letras e desenhos nos lápis (numa hora imprime uma grosa!) e duas senhoras muito simpáticas, a Sandra e a Fátima, a embalar lápis perfumados. O lápis demora 3 meses a ser produzido!

Finalmente chegámos à melhor parte: a loja!


Na loja vimos, brincámos e experimentámos vários lápis: XL, pastel tipo lápis de cera que também podemos pintar com água, “copianço”, lápis íman, massa de grafite que podemos moldar, e… o lápis pião!

Ficámos a saber que há símbolos para os daltónicos saberem as cores que estão a usar: ColorADD.


Portámo-nos bem e recebemos um lápis Viarco só para visitantes!
Texto coletivo 
concluído a 23/11/2016"

quarta-feira, 23 de novembro de 2016

Sabias que...


A necessidade de aquecer os pés no inverno, levou com que os povos colocassem pelo entre o pé e o sapato. Assim, com a fricção do caminhar e a transpiração, o pêlo tornava-se mais espesso e resistente, formando um pequeno feltro. Criando o processo de feltragem. 
Ao longo dos anos, a técnica de feltragem tem sido aperfeiçoada e a maquinaria melhorada de modo a facilitar este processo.
A feltragem é utilizada para a produção de chapéus de pelo, utilizado nos dias de hoje.
Nos circuitos pelo Património Industrial, pode acompanhar os processos de tratamento do pelo, na Cortadoria Nacional do Pêlo, e também a produção dos feltros para os chapéus, na Fepsa. No Museu da Chapelaria, pode conhecer o processo produtivo e ainda a história chapeleira de S. João da Madeira.

Marque a sua visita através do Turismo Industrial, pelo email turismoindustrial@cm-sjm.pt.

sexta-feira, 18 de novembro de 2016

Welcome Center - Jogos didáticos

No Welcome Center do Turismo Industrial podem encontrar jogos didáticos para os mais pequenos, a temática destes jogos está ligada ao Turismo Industrial.


Neste jogo surgirão aleatoriamente personagens que usam chapéus característicos: Um polícia, um mágico, uma bruxa, um cowboy, uma enfermeira...
Inicialmente haverá uma personagem e dois chapéus. O utilizador terá que escolher o chapéu certo e arrastar para a personagem. Se escolher o chapéu errado o tempo diminui e são descontados pontos. Se escolher correctamente, amealha pontos(mais rápido,mais pontos) e passará ao próximo nível.
No segundo nível serão duas personagens e três chapéus, e assim sucessivamente. Em suma, haverá sempre um chapéu a mais e o próximo nível só é alcançado quando todos os chapéus estiverem na cabeça das respectivas personagens, dentro do tempo de jogo.
As personagens terão elementos gráficos e balões animados com frases que desafiam e dão feedback ao jogador, caso este erre, acerte ou esteja 30 segundos sem interagir e existem sons associados ao sucesso ou insucesso da acção do jogador.

quarta-feira, 16 de novembro de 2016

Sabias que..


O aparecimento dos sapatos, surgiu nos nossos antepassados com a necessidade de proteger os pés. Utilizavam-se diversos materiais, como couro cru, tecidos, palha e madeira. O tipo de sapato dependia dos povos e das regiões onde se encontravam, adaptavam-se ás necessidades e ao clima.
Esta arte foi aperfeiçoada ao longo dos anos, sendo que as máquinas apareceram no Século XIX para ajudar na confeção dos sapatos.
Atualmente, a maquinaria é uma grande ajuda na produção do calçado, sem nunca dispensar os artesãos que acompanham este processo.

Pode apreciar esta arte, visitando as nossas empresas de Calçado, Helsar e Evereste, através do Turismo Industrial, enviando um email para turismoindustrial@cm-sjm.pt.

sexta-feira, 11 de novembro de 2016

Welcome Center - Jogos didáticos

No Welcome Center do Turismo Industrial podem encontrar jogos didáticos para os mais pequenos, a temática destes jogos está ligada ao Turismo Industrial.


No clássico jogo das diferenças, optamos por usar ilustrações com sapatos, chapéus, agulhas, tecidos, fios, lápis, papéis e outros elementos das principais Indústrias.
O utilizador só avança para o próximo nível se encontrar as 5 diferenças, dentro do tempo de jogo. Cada vez que acertar numa diferença a sua pontuação aumenta e quanto mais rápido for, mais pontos ganhará. Se errar, são-lhe retirados 5 pontos.
O objectivo é que os utilizadores completem os 3 níveis, sendo que as diferenças são mais difíceis de encontrar de nível para nível.
Animações dinâmicas e sons divertidos são associados ao sucesso e ao insucesso das acções do utilizador.

quarta-feira, 9 de novembro de 2016

Sabias que...


A tecelagem é uma das artes mais antigas, começou com os nossos antepassados que entrelaçavam galhos e ramos de forma a criarem utensílios para o dia a dia. Os teares manuais foram surgindo em diferentes culturas. No Século XVIII apareceram os primeiros teares mecanizados.
Já no Século XX, apareceram os teares automáticos, aumentando a produtividade do tecido para grandes massas. 
A Heliotextil é uma empresa que confeciona fitas e etiquetas tecidas, utilizando teares automáticos na sua produção. 

Pode assistir a esta arte única, marcando a sua visita através do Turismo Industrial, pelo email turismoindustrial@cm-sjm.pt.

domingo, 6 de novembro de 2016

Museu do Calçado recebe o primeiro grupo de visitantes




A turma do 12º ano da Escola Secundária João da Silva Correia, do curso de Turismo, foi o primeiro grupo que teve o privilégio de visitar o nosso mais recente parceiro do Turismo Industrial, o Museu do Calçado.
Ao longo da visita o grupo teve a oportunidade de ver a evolução da indústria ao longo dos séculos através das nove máquinas, 42 obras de arte, 77 ferramentas e mais de 500 pares de sapatos pertencentes a uma coleção de origem nacional e internacional. Agende já a sua visita através do 256 200 204 e aproveite e faça uma visita à indústria viva como forma de complemento à visita ao museu agendando uma visita à Helsar ou à Evereste ambas fábricas de calçado.


 
 
 

Museu do Calçado é o novo parceiro do Turismo Industrial

  
Aqueles que durante séculos sustentaram o corpo do Homem apresentam-se agora ao público no mais recente parceiro do Turismo Industrial, o Museu do Calçado.
Abriu, no passado sábado, o único Museu dedicado ao sapato em Portugal em S. João da Madeira, com a presença do criador Miguel Vieira e com uma exposição temporária do trabalho de Luís Onofre, que revê alguns dos pares mais icónicos do designer.
entrada do museuO Museu do Calçado retraça a evolução da indústria ao longo dos séculos e explora o papel do sapato nas artes plásticas. Em exibição estão nove máquinas, 42 obras de arte, 77 ferramentas e mais de 500 pares de sapatos pertencentes a uma coleção de origem nacional e internacional.
A exposição intitulada "túnel do tempo"começa com os pés postos na pré-história e vai caminhando até ao século XXI, sendo que a componente industrial do museu concentra-se no século XX e as peças artísticas refletem tendências mais contemporâneas.
O Museu do Calçado é obra da autarquia local que viu agora o epíteto de capital portuguesa do calçado verdadeiramente vincado no seu concelho. 
O objetivo é que seja um museu vivo, cuja dinâmica se revele proporcional à capacidade de inovação e competitividade que a indústria local do calçado sempre soube demonstrar e pela qual se distinguiu, tanto ao nível nacional como internacional.
O Museu do Calçado funciona de terça-feira a domingo na Torre da Oliva e até ao final do ano, o Museu do Calçado tem entrada gratuita.
Para marcações de visita orientadas à exposição os contactos são 256 200 204 ou turismoindustrial@cm-sjm.pt

sexta-feira, 4 de novembro de 2016

Welcome Center - Jogos didáticos

No Welcome Center do Turismo Industrial podem encontrar jogos didáticos para os mais pequenos, a temática destes jogos está ligada ao Turismo Industrial.


Os jogadores poderão pintar vários desenhos com um crescente grau de dificuldade, com a mesma lógica do conceito “pintar por números”. Neste caso pintarão por associação de cores com os códigos Color Add.
Todas as figuras do desenho terão um símbolo e ao escolherem um código/cor da paleta no canto superior direito, o lápis mudará de cor. Todas as figuras dos desenhos devem ser preenchidas com a cor associada ao símbolo.
Inicialmente apenas está acessível um desenho mas quando este estiver pintado na totalidade, será desbloqueado o desenho seguinte. O objectivo final é que os jogadores consigam desbloquear e pintar os três desenhos.

quarta-feira, 2 de novembro de 2016

Sabias que...


Inicialmente, o lápis era composto por chumbo, tendo a grafite sido descoberta no Século XIV. Era cortada em barras e embrulhada com cordões ou peles de animais para que não sujasse as mãos. Mais tarde, começaram a colar a grafite em madeira, moldando o seu formato manualmente. A primeira produção em massa do lápis surgiu no Século XVII.
Em Portugal, a produção de lápis surgiu em 1907 com a marca Portugália, em Vila do Conde, sendo adquirida por Manoel Vieira de Araújo e registada em 1936 como Viarco, em S. João da Madeira.

Pode conhecer a única Fábrica de Lápis da Península Ibérica através do Turismo Industrial, reserve a sua visita pelo email turismoindustrial@cm-sjm.pt.

sexta-feira, 28 de outubro de 2016

Welcome Center - Jogos didáticos

No Welcome Center do Turismo Industrial podem encontrar jogos didáticos para os mais pequenos, a temática destes jogos está ligada ao Turismo Industrial.

Com base no modelo do clássico Jogo da Glória, foi criada uma aplicação interactiva, adaptada aos elementos visuais das cinco principais Indústrias de S. João da Madeira, associando ainda a história do livro do Lápis Mágico. Um jogo em que o objectivo dos utilizadores é ajudar a menino Quico a chegar ao Vale da Cor. 
Para isso terão que lançar os dados e ir avançando casas até à casa final. 
É um jogo para um ou dois jogadores no máximo, em que cada um jogará depois do outro.


No caminho até ao Vale da Cor há várias casas em que os jogadores poderão calhar:
- Casas numeradas, em que terão que responder a perguntas de um quizz relacionado com a Indústria de S. João da Madeira.
- Casas de Azar, que farão o Quico recuar algumas casas, atrasando o seu percurso.
- Casas Especiais da Indústria associadas à Viarco, Calçado, Chapéu, Oliva e Heliotêxtil.
Nas casas especiais os prémios/recompensas são aleatórias e definidas de acordo com as marcas. 

quinta-feira, 27 de outubro de 2016

quarta-feira, 26 de outubro de 2016

Turismo Industrial de S. João da Madeira recebe visita da ERIH



O Turismo Industrial de S. João da Madeira recebeu, hoje, um grupo de associados a ERIH - European Routes of Industrial Heritage, no âmbito do ERIH Annual Conference 2016 que decorre entre 26 e 29 de outubro, no Porto.


Trata-se de um importante reconhecimento do nosso projeto a inclusão de visitas à indústria viva de S. João da Madeira e do seu património Industrial.
Esta visita é igualmente um momento de reconhecimento do espaço e de como se desenvolve o projeto de Turismo Industrial em S. João da Madeira e que permitirá  reconhecer o nosso projeto como um futuro Anchor Point da ERIH.
Processo de candidatura à ERIH em fase de adesão.
 

Oliva - o Império do Ferro


António José Pinto de Oliveira, um homem com uma visão sempre à frente no seu tempo, fundou, em 1925, a empresa Oliva. Conhecida como o império do ferro, fabricava todo o tipo de metalurgia (torneiras, banheiras, ferros de engomar, tubos, aquecedores, tornos de bancada, entre outros) mas seriam as máquinas de costura a lançar a marca Oliva internacionalmente.
A Oliva destacava-se pela sua politica social e cultural, António José Pinto de Oliveira, valorizava os seus funcionários, tendo criado um Fundo destinado à atribuição de prémios, organização de festas e jantares, serviços de saúde para funcionários e familiares, campos de férias para os filhos dos funcionários, cursos e atividades desportivas.
Chegando ao seu auge nos anos 70, com 90 mil m2 e mais de 3300 funcionários, 85 anos após a sua criação, em 2010 encerra a ultima secção em funcionamento da empresa.
A Câmara Municipal adquiriu parte do edifício da empresa Oliva, nos tempos atuais, na Torre da Oliva encontra-se o Welcome Center do Turismo industrial que acolhe os visitantes de S. João da Madeira e os leva a conhecer o património industrial sanjoanense. A zona 2, alberga a Oliva Creative Factory, uma incubadora de empresas criativas, o Núcleo de Arte da Oliva com exposições de arte bruta e contemporânea, uma escola de dança e um Centro de Arte.

Marque a sua visita através do Turismo Industrial, pelo email turismoindustrial@cm-sjm.pt.

Workshop "O potencial turístico da cidade de S. João da Madeira"


Dia 2 de novembro, na Torre da Oliva

Workshop aborda potencial turístico da cidade de S. João da Madeira

A Câmara Municipal, através do Turismo Industrial, leva a efeito o workshop temático “O potencial turístico da cidade de S. João da Madeira”, no sentido de reforçar a proximidade entre o tecido comercial e o turismo sanjoanense.

O objetivo passa por dotar os participantes de informações necessárias para uma comunicação clara e eficiente com o cliente na promoção turística da cidade.

Este workshop funcionará na Torre da Oliva, onde se situa o Welcome Center do Turismo Industrial, no dia 2 de Novembro, em dois horários: entre as 14h30 e as 17h30, incluindo uma visita a uma indústria viva; e entre as 21h30 e as 23h30.

Os interessados deverão fazer a sua inscrição gratuita através do email turismoindustrial@cm-sjm.pt, escolhendo o horário que mais lhe convém. Qualquer dúvida, poderão igualmente contactar o Turismo Industrial através do 256 200 204.

segunda-feira, 24 de outubro de 2016

Museu do Calçado inaugura a 5 de novembro


Prosseguem os preparativos para a inauguração do novo parceiro do Turismo Industrial de S. João da Madeira - o Museu do Calçado, dia 5 de novembro.
Enquanto isso não acontece já podem acompanhar as novidades deste novo equipamento municipal através do facebook e instagram do Museu do Calçado, que já estão ativos.

https://www.facebook.com/museudocalcado
https://www.instagram.com/museudocalcado/

Para marcações de visitas ao futuro Museu do Calçado contacte o Turismo Industrial através do 256 200 204 ou través do email turismoindustrial@cm-sjm.pt.

#municipioSJM  #MuseudoCalçado

quarta-feira, 12 de outubro de 2016

Oficialmente aberto o Núcleo Histórico da Oliva

 

Oficialmente aberto o Núcleo Histórico da Oliva no 1° piso da Torre da Oliva.
Uma visita pela história da empresa, com vistas e memórias inesquecíveis.

Agende a sua visita através do Turismo Industrial pelo telefone 256 200 204.



terça-feira, 11 de outubro de 2016

Abertura do Núcleo Histórico da Oliva - Do ferro à Criatividade






Hoje, pelas 17h00 e no âmbito das comemorações dos 90 anos do concelho de #saojoaodamadeira a Torre da Oliva recebe no 1° piso, permanentemente, o Núcleo Histórico da Oliva - Do ferro à Criatividade. 

Poderá agendar a sua visita através do 256 200 204 ou pelo e-mail turismoindustrial@cm-sjm.pt.


quarta-feira, 28 de setembro de 2016

S. João da Madeira com presença marcante na inauguração do Porto Welcome Center

Foto com o piloto Tiago Monteiro

DIA MUNDIAL DO TURISMO
S. João da Madeira com presença marcante na inauguração do Porto Welcome Center 
#portowelcomecenter

A Câmara de S. João da Madeira esteve presente na inauguração oficial do Porto Welcome Center, com uma ação criativa e inovadora de promoção do Turismo Industrial sanjoanense, que contou com o envolvimento de entidades parceiras deste programa municipal, nomeadamente as empresas Helsar, Evereste, Fepsa.

Assim, S. João da Madeira mostrou, em estilo de “desfile volante”, alguns dos mais marcantes produtos da indústria da cidade, como são os chapéus, o calçado e os lápis. Algumas dessas marcas puderam ser “saboreadas” na forma de pequenos biscoitos (“húngaros”), no âmbito do projeto Gastroformas da Indústria Sanjoanense.

Os numerosos participantes nessa sessão, que contou com a presença do Vice-Presidente da Câmara de S. João da Madeira, Paulo Cavaleiro, tiveram assim a oportunidade de ficar a conhecer melhor o programa pioneiro de turismo que o município sanjoanense desenvolve há quase 5 anos.

TURISMO INOVADOR

O Turismo Industrial de S. João da Madeira distingue-se pela forma de gestão de visitas a fábricas em laboração e ao património industrial do concelho. É também frequentemente referido por integrar uma interessante recuperação e reutilização de edifícios industriais.

A cerimónia de inauguração do Porto Welcome Center – localizado próximo da Estação de S. Bento – decorreu na última terça-feira, Dia Mundial do Turismo (27 de Setembro), data em que esse novo espaço passou a estar à total disposição da promoção do País e, em especial, do Norte

Registando elevada afluência de visitantes, este espaço está dotado com um conjunto de valências diferenciadoras a nível mundial, integrando a Rede de Lojas Interativas de Turismo do Porto e Norte de Portugal, da qual faz parte também o Welcome Center do Turismo Industrial de S. João da Madeira, instalado no edifício da Torre da Oliva.
 

sexta-feira, 23 de setembro de 2016

Heliotexti, S. A. vence prémio INOVATÊXTIL


A Heliotextil, S.A. foi a vencedora do prémio INOVATÊXTIL na categoria de acessórios com uma proposta de eletrónica impressa em Transferes Têxteis.
Mais uma razão para agendar a visita do seu grupo! Conheça-os por dentro e como desafiam as leis da inovação!

Marque a sua visita através do 256 200 204 ou turismoindustrial@cm-sjm.pt